Iniciação à Dança

São importantes as atividades que ajudem a estimular a consciência corporal, capacidade de expressão e destreza da criança.

Por menores que sejam as crianças, elas sempre se perguntam sobre como funciona o nosso corpo. Para que serve o sangue? A gente come e bebe água para quê? Quanto tempo posso ficar sem respirar? Mesmo antes de começar a estudar o organismo, elas formulam hipóteses para essas perguntas (em geral, apoiadas em informações vindas de casa e da mídia, e algumas com grandes equívocos conceituais).

É papel do arte- educador lançar novas questões através de uma série de exercícios que compreendem imaginação, massagens o conhecimento do próprio corpo por meio do corpo do outro colega, etc, desta forma, construir explicações mais ajustadas sobre o tema. É claro que não se espera que os alunos consigam entender toda a complexidade do organismo humano, mas é preciso que conheçam as características e definições básicas, as funções dos diversos órgãos e suas relações.

Faz parte desta proposta, também, vincular as aulas de Iniciação a Dança com conceitos científicos sobre o CORPO HUMANO, como uma extensão das aulas da escola regular. Contando com o ajuda de imagens e cartazes, para que, assim como em todas as outras disciplinas, os alunos apreendam através da experiência.

Recomendações para os alunos

• Vir sempre com uma roupas confortáveis e asseadas para práticas no chão e de alongamento (jeans não)

• Trazer consigo um caderninho de anotações para comunicação com os pais.