Miserê

Gerenciamento total do projeto, elaboração da proposta de Lei Rouanet, captação de recursos (Patrocínio integral Petrobrás), produção executiva, relatórios para o MINC e patrocinador, relatório final e prestação de contas.

Descrição Técnica

O espetáculo “Quando as Pernas Fazem Miserê” foi criado pelo diretor teatral Luís Carlos Nem, que realiza a obra em homenagem a Vicente Ferreira Pastinha, grande mestre da Capoeira Angola, que dedicou toda a vida na atitude de manter acesa a chama da autêntica capoeira. O espetáculo é resultado da pesquisa feita em parceria com os atores/capoeiristas Angoleiros de Campinas, integrantes do Grupo de Capoeira Sementes do Jogo de Angola, liderados pelo Mestre “Jogo de Dentro”, formado pelo Mestre João Pequeno, hoje com 87 anos, ainda em atividade em Salvador. Além de contar a história de vida do Mestre Pastinha, “Quando as Pernas Fazem Miserê” tem como proposta estética levar ao público a trajetória e a resistência de uma das expressões artísticas mais digna de respeito da cultura nacional.

Ficha técnica:

Espetáculo: Quando as Pernas Fazem Misere – Uma homenagem ao mestre Pastinha
Direção, Concepção e Pesquisa: Luís Carlos Nem
Ator Convidado: Servilio de Holanda
Participação Especial: Mestre Jogo de Dentro
Elenco: Brisa Vieira, Danny, Fábio Tomé, Hugo Burg e Renata Lima
Direção Musical: Plínio
Produção: Sylla Jonh Taves
Assistência de Direção: Daniela Amoroso
Roteiro: Fred Abreu e Luís Carlos Nem
Orientação Mimeses Corpórea: Renato Ferracini Orientação
Bonecos: Miguel Vellinho
Confecção de Bonecos: Renato Spinelli
Cenário: Daisy Caribe
Figurino: O grupo
Iluminação: Luís Carlos Nem

 

6.jpg1.jpg2.jpg5.jpg4.jpg3.jpg


AdmirorGallery 4.5.0, author/s Vasiljevski & Kekeljevic.